pt en 

Isabel Amaral nas VI JIP da APEP

O êxito das VI Jornadas Internacionais de Protocolo da APEP demonstra que existe em Portugal  um público fiel e atento ao que se faz e pensa no sector do protocolo e eventos pelo mundo inteiro.

Subordinadas ao tema «O Protocolo e os eventos em tempo de crise» estas jornadas contaram com quatro oradores portugueses, quatro espanhóis, uma brasileira e um norueguês que, ao longo de todo o dia 22 de Novembro, debateram com a numerosa assistência temas tão diversos e complementares como: o protocolo como afirmação de democracia, o protocolo numa monarquia igualitária, as redes sociais como instrumento para potenciar eventos ou. como transformar a crise em oportunidade, terminando com uma palestra em que ficou definido que a organização de eventos e o protocolo são um sector com futuro Ao principio da tarde, houve ainda um painel subordinado ao título «Evolução do ensino profissional e superior de protocolo no mundo» com a participação de duas oradoras espanholas, uma brasileira e da Presidente da  APEP.

Isabel Amaral incentivou participantes a lutar por um melhor ensino de protocolo em Portugal

A intervenção de Isabel Amaral sobre «A evolução do ensino superior e profissional em Portugal» despertou no final um vivo debate com a assistência composta por uma centena de profissionais e estudantes vindos dos mais diversos pontos do país mas também de Espanha e Angola.

Isabel Amaral apresentou um estudo sobre as licenciaturas portuguesas onde a disciplina de protocolo está presente, chamando a atenção para o facto de que nas licenciaturas de Relações Internacionais tal tema ser apenas abordado superficialmente. Em seguida, falou das universidades portugueses em que houve, desde 2001, pós graduações onde o protocolo era uma disciplina autónoma . Falou depois dos institutos superiores privados onde também existem pós graduações neste domínio e  de um mestrado em Turismo na ESHTE onde o protocolo é, como não podia deixar de ser, disciplina obrigatória.

Salientou que uma das pós graduações onde o protocolo esteve no título desde a sua criação foi a que teve maior êxito. A PG em Imagem, Protocolo e organização de eventos foi concebida por Isabel Amaral em 2003, a convite da Drª Rosário Braga da Cruz, para o ISLA de Lisboa. Chamou a atenção do presentes para o facto de se ter demitido este mês por divergências com a nova direcção académica daquela escola, depois de ter coordenado com tanto êxito 18 edições. E prometeu que continuaria a lutar por uma oferta de qualidade nos estudos superiores de protocolo em Portugal.

Isabel Amaral abordou depois a situação do ensino profissional no nosso país. Lamentou que depois de uma grande oferta de cursos na primeira década do século XXI, alguns sem grande qualidade, este ano a oferta seja tão reduzida neste dominio. Apenas sobrevivem as empresas que oferecem cursos certificados e com formadores qualificados. Congratulou-se com o aparecimento de cada vez mais livros no domínio do protocolo, lançando o desafio a todos os presentes para que, nos tempos difíceis que se vivem no sector, aproveitem para fazer mais investigação e para a partilhar publicando os resultados destes estudos.

Terminou a sua intervenção, declarando que «o protocolo é uma disciplina que merece estudo, uma profissão que merece respeito e um negócio que merece sucesso».

Veja excerto de uma entrevista à Eventpoint aqui

Isabel Amaral - Consultadoria, Formação e
Comunicação, Unipessoal, Lda.

Travessa do Noronha, 17 - 4º
1250-170 Lisboa
Telefone: 00 (351) 218 031 753
isabel@isabelamaral.com

   

Isabel Amaral é uma das mais requisitadas especialistas em
questões de Imagem, Comunicação e Protocolo, sendo responsável
por diversas acções de «executive coaching» em Portugal, Espanha,
Bélgica, Angola,Cabo Verde, Namibia, Países Baixos e China.

É também autora de várias livros, públicações e artigos especializados
em Protocolo, Imagem e Comunicação Multicultural.

Isabel Amaral